Informação sobre o circuito

 

O primeiro Grande Prémio do Mónaco realizou-se em 1929 e desde 1955 que tem feito sempre parte do Campeonato. Antes de se acrescentar Valência e Singapura ao Campeonato em 2008, era o último verdadeiro circuito urbano do mundo. O circuito foi alterado várias vezes durante a sua história mas o traçado final não mudou muito para além de algumas pequenas melhorias recentes para aumentar as condições de segurança.


O circuito é muita estreito, tem curvas apertadas e muitas mudanças de nível o que o torna provavelmente o circuito mais difícil do Campeonato de Fórmula 1. Tem a curva mais lenta em F1 (a curva do Grand Hotel que deve ser feita a 50 km/h) e uma das mais rápidas (a secção plana no túnel que deve feita a 260 km/h) que melhor ilustram a sua dificuldade. As características apertadas e ziguezagueantes do circuito requerem a habilidade dos pilotos no que diz respeito à velocidade dos carros. Uma vez que as oportunidades de ultrapassagem são quase inexistentes durante a corrida, o resultado do Grande Prémio depende muito da posição na tabela obtida durante a qualificação e a estratégia de paragem aplicada.


Devido à sua natureza difícil, o Grande Prémio do Mónaco foi sempre um dos destaques da época. Este Grande Prémio é indiscutivelmente a corrida do ano que todos os pilotos sonham ganhar e todos os fãs de F1 querem ver ao vivo. Uma vez que existem tribuna principals limitadas no circuito, certifique-se de que compra já os seus bilhetes para o Grande Prémio.



Subscrição daboletim !
subscrever
cancelar
Pagamento por
Neo Interactive
versão móvel | versão clássica